Sustentabilidade

Diminua a sensação de calor com truques na decoração

Neste verão o que mais procuramos são meios para diminuir a temperatura da casa.

casa-cor-goias-32-PONTO-DE-ENCONTRO

São recursos interessantes vidros que retêm os raios solares, trepadeiras na parede e jardins verticais, entre outras coisas.
Uma dica sempre valiosa é a utilização de plantas em diversos ambientes da casa. A vegetação tem o poder de baixar a temperatura.
Além das plantas, há produtos hoje em dia no mercado que ajudam a diminuir a sensação térmica. É o caso dos vidros e espelhos.
Além disso, listamos mais algumas sugestões para levar mais frescor aos ambientes:

– Substitua peças escuras e pesadas por peças mais leves e de tons pastel;

– Itens de vidro refrescam. Vale investir em espelhos, vasos, quadros de foto com vidro protetor;

– Excesso de objetos torna os espaços mais abafados. Portanto, retire bibelôs, abajures, artigos de madeira;

– Se for possível, elimine cores escuras das paredes. Dê preferência a tonalidades claras e pastel. Use tinta, papel de parede ou adesivos;

– Sofás de tecidos pesados, como veludo e camurça, e de cores fortes não combinam com o verão. Cubra-os com capas de panos leves, como algodão e linho;

– As lâmpadas de LED não aquecem o ambiente como as tradicionais e ainda são mais econômicas;

- Quem gosta de fontes tem um motivo a mais para colocá-las na casa. É que a umidade delas colabora com os moradores no verão. A mesma regra se aplica a aquários e outros artigos de decoração com água.


Moradia sustentável: Casa Contêiner

A casa contêiner além de ser sustentável, também é econômica. Apesar de ainda ser uma nova ideia, promete ganhar cada vez mais espaço no mercado.

Isso mesmo, casas construídas a partir de um contêiner, estrutura de aço, alumínio ou fibra, que basicamente tem a função de transportar cargas em navios, trens ou aviões, mas que estão sendo usados para outros fins.

1307826574-bgs-containers68-1000x892

Veja as vantagens de uma casa contêiner:

Economia
Há uma estimativa de que cada metro quadrado destas casas custe entre 1,1 e 3 mil reais.

Planejamento e Design

Por não serem moradias tradicionais, elas necessitam de alguns cuidados para se adequar a alguns padrões como isolamento térmico e acústico, além de boa circulação de ar e localização dos cômodos em relação ao sol. Apesar disso, o conforto é garantido, pois quase na totalidade dos casos as casas ficam próximas a lugares repletos de vegetação e belezas naturais, como praias, campos e lagos.

container-house-interior

Tempo de construção e financiamento

A casa contêiner é incrivelmente ágil, uma dessas moradias pode ficar pronta entre 45 a 60 dias , poupando tempo e dor de cabeça.

O que pode ser desfavorável é a dificuldade no pagamento, pois como não é uma casa convencional, os bancos estatais ainda não financiam o projeto, apenas alguns privados.


A primeira casa ecologicamente correta de Maceió

casa-sustentavel-ok

Sacos de farinha de trigo preenchidos com areia batida, garrafas pet, tela de galinheiro e pneus no lugar de tijolos e cimentos. São esses alguns dos materiais reaproveitados na construção da primeira casa ecologicamente correta de Maceió, onde o reaproveitamento é a palavra-chave.
As paredes da casa que está sendo construída são feitas de saco de areia batida, uma solução extremamente sustentável para o meio-ambiente.
A casa está sendo construída através da bioconstrução, adotando um método chamado de “Super Adobe”. Para ressaltar a importância dessa iniciativa, especialistas dizem que o uso da técnica da bioconstrução poderia ser uma alternativa para suprir o déficit habitacional do estado de Alagoas.
As técnicas de construção ecologicamente correta têm atraído vários jovens de outros estados como Recife, Aracaju e até do Rio Grande do Sul para aprendizado em Alagoas. Através do Instituto de Permacultura de Alagoas são realizados importantes cursos e oficinas na área.
Saiba mais:

Site: www.iperal.webnode.com
Fanpage: www.facebook.com/Iperalpermaculturaalagoas
E-mail: iperalpermacultura@gmail.com


Veja dicas para manter a casa mais fresca durante o verão

Decorar a casa no verão deve ser para expressar alegria e amenizar efeitos do calor. A chegada da estação mais vibrante do ano pede decoração colorida e clean, contrastando suavidade com intensidade.
Os efeitos do calor podem ser amenizados com decoração adequada. A estação é ideal para contrastar tons suaves e cores fortes. Branco, cru, creme e bege, ganham vida se combinados com cores intensas, como o azul, amarelo, verde e vermelho.
Para aproveitar a iluminação natural do sol, as cortinas precisam ser de tecidos leves, como seda, gaze de linho e voal. Para os dias mais quentes, os modelos transparentes ou semitransparentes são uma boa aposta.

Foto-1---cortinas-decoração

Os cuidados com as varandas e áreas externas também são essenciais, já que o verão é a estação de aproveitar a natureza e atividades ao ar livre. As espreguiçadeiras são uma alternativa para descansar e relaxar nesses ambientes.

Foto-2---jardim

Dicas de sustentabilidade dentro de casa

Sustentabilidade

Quando se fala em sustentabilidade, pensamos em proteger o meio-ambiente, e as atitudes mais comuns a serem tomadas podem começar dentro de casa. Se cada pessoa puder aplicar todos os recursos que tem em mãos da forma correta, isto beneficiará o planeta, a saúde, e também o bolso. Então, separamos 4 dicas que você utilizar para tornar a sua vida mais sustentável.

1. Água

Sim, ouvimos muito falar em desperdício de energia e água, sobre como estes recursos vão ser escassos em um futuro não muito distante. Utilizando da forma correta estes recursos, estaremos não só preservando o planeta, mas também reduzindo os valores de contas de água e luz. Para isso, devemos tomar algumas medidas:

Verifique se há torneiras, chuveiros e mangueiras vazando em sua casa, e, se houver, chame um profissional da área para consertar;
Feche a torneira enquanto estiver escovando os dentes;
Não deixe o chuveiro aberto se não estiver tomando banho;
Ao ensaboar as louças, mantenha a torneira fechada.
Algumas máquinas de lavar roupa reaproveitam água; dê preferência para estas.

2. Energia

Procure comprar eletrodomésticos que consomem menos energia, aqueles com o selo indicando tipo “A” são mais econômicos.
Procure não deixar roupas penduradas atrás da geladeira, isso aumenta bastante o consumo;
Evite deixar aparelhos em stand by (aquela luzinha da TV quando está acesa, ela fica consumindo energia), sem necessidade, especialmente quando for passar um período longo ou alguns dias fora de casa;
Opte por lâmpadas mais econômicas. Apesar de serem mais caras, elas consomem menos energia e têm vida útil maior.

3. Alimentos

Caso faça uma refeição e sobre muita comida, congele. Você poderá comer outro dia e não precisará jogar nada fora.
Reaproveite as cascas e talos, pois eles possuem muitos nutrientes e também podem ser utilizados como alimentos.
Faça compras uma vez por semana. Nada de ir ao supermercado uma vez por mês e deixar tudo estragar na geladeira.
Compre apenas o que você precisa consumir, e esteja sempre atento ao prazo de validade.

4. Dia-a-dia

Procure ler seus e-mails na tela do computador. Não imprima nada sem absoluta necessidade.
Na hora de comprar, escolha produtos com rótulos ecológicos e com menos embalagem, assim você estará escolhendo poluir menos o planeta. Também evite comprar produtos descartáveis ou de uso único.
Opte por sacos de compra reutilizáveis, hoje temos supermercados que dão desconto se você não utiliza sacolas plásticas.
Dê preferência aos produtos que usam bateria e opte por pilhas recarregáveis.
Utilize lâmpadas de baixo consumo, elas economizam até 80% de energia e duram bem mais.

Então não perca tempo, pois você também consegue evitar o desperdício em pequenas atitudes no dia-a-dia.


Jardim Vertical – cultive o verde em espaços pequenos

Se você mora em uma casa ou um apartamento pequeno, saiba que não precisa abrir mão de ter um cantinho verde.
Cultivar algumas espécies é viável, principalmente quando se adota o jardim vertical. Eles ocupam pouco espaço e estão cada vez mais populares.
Ter um desses é simples – basta deixar a sua imaginação aflorar!
Escolha as flores e folhagens de sua preferência e decore a sala ou a varanda. Já na cozinha, você pode fazer uma pequena horta.

jv_jardins_pequenos_espacos---ok

Vasos, meio vasos ou até mesmo garrafas pet são bons recipientes para abrigar as suas plantas. Eles devem ser afixados em telas ou placas feitas de ferro, madeira ou fibra de coco.
Para escapar de transtornos como mofo, umidade e infiltrações, use placas para acomodar as plantas, evitando, assim, o contato direto com a parede ou impermeabilize a área para não causar danos.
Veja alguns exemplos:
Sustentabilidade: a placa de fibra de coco da Coquim é totalmente renovável.

jardim-vertical-como-montar-01---0k

Como manter a sua parede sempre viva

O primeiro cuidado a ser tomado é com a luz, fundamental para as plantas. Mas atenção! A incidência ideal varia de uma espécie para a outra. Outro detalhe é a adubação, que normalmente deve ser feita com produtos líquidos.
Ainda sobre o cultivo, lembre-se de que cada tipo exige um manejo especial. Verifique as necessidades das plantas antes de comprar para se certificar de que o jardim está adequado ao seu estilo de vida.

Jardins-verticais-e-suspensos-vida-e-beleza-ao-ambiente---ok

Optar por esse tipo de jardim permite que você sinta o bem-estar de ter o verde em casa, independentemente de fatores como tempo, espaço e dinheiro. Além disso, cuidar desse pedacinho de natureza fará muito bem para o seu astral e o da sua casa. Monte o seu e aproveite!

Fonte: Casa e Jardim