Palato promove Jantar Harmonizado com premiada vinícola portuguesa

Os amantes do mundo do vinho contarão com um programa imperdível no Palato Farol no próximo dia 24 de outubro: o Jantar Harmonizado comandado pela Cortes de Cima, uma das mais prestigiadas vinícolas de Portugal. Com degustação comentada pelo enólogo Hamilton Reis, diretor de enologia da Cortes de Cima, que virá a Maceió especialmente para o evento, serão apresentados cinco dos premiados vinhos da vinícola: Chaminé Branco, Cortes de Cima Tinto, Cortes de Cima Syrah, Cortes de Cima Petit Verdot, além do lançamento da safra 2011 do Incognito, rótulo top da casa, engarrafado apenas em anos de colheitas excepcionais.
18255720102014_cortesdecima
Harmonizando com cada um dos vinhos, o cardápio da noite contará com entrada de Salada de Peras com Brie e molho de mel com especiarias, Tagliatelli com Ragu de cordeiro para o prato principal e Bolo de Amêndoas com ganache de chocolate belga e farofa crocante como sobremesa. “Estamos muito felizes de acompanhar a evolução de nosso público no mundo do vinho e esta, certamente, será uma noite capaz de agradar paladares exigentes”, afirma Charles Rozenbaum, gestor comercial do Palato.

Com vagas limitadas, o Jantar custa R$ 95,00 por pessoa (na mesa a partir de 4 lugares) ou R$ 105,00 (em mesa para 2 lugares). Vendas no Palato Casa Ponta Verde e Farol.

Sobre os rótulos que serão degustados:

Chaminé Branco: Apresenta exuberantes notas herbáceas com uma acidez viva no final. Um lote de castas locais e internacionais, proveniente da vinha na fresca costa atlântica alentejana.

Cortes de Cima Tinto: Mais emblemático vinho da casa, encorpado, com taninos maduros e sólidos. Composto pelas castas Syrah, Aragonez, Alicante Bouschet, Touriga Nacional, Cabernet Sauvignon, Petit Verdot.

Cortes de Cima Syrah: Fruta rica e madura com alguma terra e especiarias.
Em 1991, a Cortes de Cima foi a primeira a plantar Syrah no Alentejo, com enxertos selecionados da casta do sul do Ródano. Hoje, a gama consiste em três diferentes varietais 100% Syrah.

Cortes de Cima Petit Verdot: Exibe aromas de pétalas de violeta e fruta de bagos pretos, é elegante e intenso, com um paladar longo. Mais conhecida como uma das cinco variedades mais usadas no vinho do Porto, a sul, no Alentejo, a sua fruta desenvolve um carácter aromático e muito floral. Tem uma produção baixa, com cachos e bagos pequenos. Em vindimas anteriores ganhou imensas medalhas de ouro e troféus, incluindo IWC Best Portuguese Red Trophy (2005), IWC Touriga Trophy (2003), e Wine Spectator’s Top 100 Wine List (2002).

Incognito (lançamento nova safra 2011): Engarrafado em anos excepcionais, é um vinho encorpado, com um equilíbrio soberbo e um final sumptuoso. O nome misterioso refere-se à época em que a casta Syrah não era permitida no Alentejo.