Gastronomia

Receita de Baião de Dois

Quando se fala em comida nordestina, o Baião de Dois sempre é lembrado.
Quem vê a primeira vez acha que vai comer um simples arroz com feijão. Errado! O baião de dois quando feito do jeito certo é uma receita inesquecível.

Ingredientes:

1/2 kg de feijão de corda cozido(s)
2 xícara(s) (chá) de arroz cozido(s)
250 gr de queijo de coalho
1 copo(s) de manteiga-de-garrafa
250 gr de carne seca cozida(s)
250 gr de linguiça calabresa defumada picada(s)
Coentro picado(s)
Cebolinha verde picada(s)

Modo de Preparo
Coloque a manteiga de garrafa numa panela,deixe aquecer e adicione a linguiça. Refogue.
Adicione a carne seca desfiada. Refogue um pouco.
Junte o feijão de corda escorrido,misture.
Coloque o arroz,misture. Coloque um pouco mais de manteiga de garrafa,misture novamente. Tempere com coentro e cebolinha e, por último o queijo de coalho picado, um pouco mais de manteiga de garrafa e misture novamente. Tempere com mais coentro e cebolinha. Sirva quente.

Baião de Dois

Fonte: Cybercook


Receita de Frozen Iogurte.

Neste calor nada melhor do que saborear algo refrescante. O Frozen Iogurte é uma sobremesa gelada feita de iogurte, bem similar ao sorvete, entretanto, com menor teor de gordura.

Quer aprender a fazer esta delícia? Então anote a receita!

Ingredientes:

600 gramas de iogurte natural
½ suco de limão
3 folhas de gelatina incolor, sem sabor.
230 ml de água mineral
160 gramas de açúcar
1 colher de chá, cheia de mel
Água fria para hidratar a gelatina, quanto baste.

Modo de preparo:

Misture o iogurte com o suco de limão e conserve.
Dissolva a gelatina em pouco de água e reserve.
Esquente a água mineral com o açúcar e o mel, até se misturarem perfeitamente. Deixe esfriar, adicione o iogurte e a gelatina hidratada espremida e dissolvida. Bata no liquidificador para homogeneizar.
Deixe gelar por 6 horas e coloque na máquina de sorvete, seguindo as indicações do fabricante.
Caso não tenha uma sorveteira, coloque na tigela da batedeira e leve ao freezer por aproximadamente 45 minutos, ou até começar a endurecer. Bata em velocidade alta por 5 minutos e leve de volta ao freezer, até começar a firmar novamente. Repita essa operação a cada 30 minutos, por quatro vezes.

frozen

Depois de pronto, acrescente os acompanhamentos de sua preferência.

Receita: CyberCook


Receita de Tapioca.

A tapioca é um prato típico do Norte e Nordeste do Brasil. Esta iguaria é feita com fécula de mandioca.

Além de ser deliciosa, a tapioca é um alimento rico em carboidratos e fantástico para quem pratica atividades físicas. O prato ainda chama a atenção de todos por não conter glúten, podendo ser consumida por qualquer pessoa.

A tapioca pode ser consumida em qualquer horário do dia, pois você pode inovar nos recheios: salgados e doces.

Quer saber como preparar esta delícia? Então siga a receita abaixo, é muito simples.

Ingredientes
½ kg de polvilho doce
2 copos (americanos) de água
1 pitada de sal

Modo de preparo
Despeje o polvilho em uma bacia e acrescente a água aos poucos. A dica é misturar bem com as mãos, para que ela fique úmida de forma homogênea. Coloque a pitada de sal no primeiro copo de água. Após estes processos é só passar na peneira e a “massa” estará pronta.
O próximo passo é jogar a tapioca dentro de uma frigideira antiaderente, em fogo baixo. Assim que se unirem, vire-a. Cuidado para não virar antes da hora, pois ela pode esfarelar. Pronto, depois é recheá-la com os ingredientes que quiser.

tapioca

Caso ache no supermercado, você pode comprar a farinha de tapioca pronta para o uso.

Sugestões de recheio

Salgada
Frango
Manteiga
Requeijão
Queijo

Doce
Leite condensado com coco
Nutella com morango
Banana com mel


Receita de Bolo de Milho Verde

Bolo é sempre bem vindo em qualquer hora do dia e em qualquer que seja a refeição. O bolo de milho verde é um dos pratos tradicionais do estado de Alagoas. Quer saber como preparar esta delícia? Então veja a receita a seguir.

Ingredientes:
2 xícaras de grãos de milho verde.
3 colheres (sopa) de manteiga
3 ovos
1 1/2 xícara de açúcar
1/2 xícara de leite de coco
1 xícara de farinha de trigo
2 colheres (chá) de fermento em pó
1/2 xícara de coco fresco ralado grosso
3 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiro misturado com 1/2 colher (chá) de canela em pó.

Modo de preparo:
1) Bata, em um processador, os grãos de milho.
2) Acrescente a manteiga, açúcar, ovos, leite de coco. Bata a mistura até ficar uniforme.
3) Misture a farinha de trigo e o fermento.
4) Unte uma forma com manteiga e salpique coco ralado.
5) Coloque a mistura na forma e asse, por aproximadamente, 30 minutos. O ponto é quando o bolo estiver dourado.
6) Após amornar, desenforme.
7) Finalize com a mistura de açúcar e canela.

bolo-de-milho-verde

Receita de Bobó de camarão

O Bobó de camarão é um prato de origem africana e uma refeição típica da quase vizinha de Maceió, Bahia.

A receita tradicional é feita com inhame, vinagreira , azeite de dendê e camarão seco. Com o passar do tempo o prato foi sendo refinado e sofrendo alterações, que não por isso, deixaram o prato menos saboroso.

Mesmo sendo tradicional da Bahia, Maceió também tem restaurantes que servem o delicioso Bobó de Camarão. Ainda não teve a oportunidade de experimentar, então segue a receita para que você possa fazer em casa.

Ingredientes:
1kg de camarões grandes, sem cascas.
1kg de aipim em pedaços médios
1 pimentão vermelho, picado.
1 pimentão verde, picado.
4 tomates, sem pele e semente. (maduros)
1 ½ cebola picada.
2 dentes de alho triturado.
2 colheres de sopa de azeite de dendê.
80ml de azeite de oliva.
150ml de leite de coco.
1 limão.
Coentro a gosto.
Sal a gosto.
Pimenta a gosto.

Modo de preparo:
Coloque a mandioca para cozinhar, após cozida, bata a mandioca em um liquidificador ou processador, ainda quente. Reserve. Em uma panela, salteie os camarões no azeite de oliva e alho picado. Reserve os camarões. Neste mesmo recipiente, com as sobras do azeite e alho, coloque os pimentões, cebola e para finalizar o tomate sem pele. Refogue tudo. Acrescente o creme de mandioca e deixe ferver por mais um tempo. Coloque o sal que achar necessário, a seu gosto, finalize com os camarões, azeite de dendê, leite de coco, pimenta e coentro.

bobo-de-camarao.ok

Sururu de Maceió atrai os apreciadores de frutos do mar.

O Nordeste possui uma vasta tradição em frutos do mar, e não poderia ser diferente em Alagoas. Maceió é a cidade com o maior número de lagoas em todo o País, e por isso também é uma abundante produtora de moluscos. Não por acaso a comida típica de Maceió não foge da regra. Os 230 km de litoral, lagoas e rios, nos proporcionam o que há de melhor em moluscos.

Os frutos do mar encabeçam o cardápio alagoano e merecem ser degustados pelo seu sabor irresistível. Uma das várias delícias encontradas em Maceió é o sururu, tido por muitos como o verdadeiro patrimônio gastronômico de Alagoas.

sururu

O sururu é um molusco bivalve (inserido entre duas conchas), semelhante à ostra, que vive dentro de conchas, na água doce. O sururu prolifera nas partes mais rasas da lagoa, dentro da lama, vivendo em colônias numerosas. Ele cresce, engorda e sobrevive de acordo com o teor de salinidade da água, que não deve ser nem muito doce, nem muito salgada, as lagoas têm exatamente esse tempero.

Os pratos típicos mais conhecidos feito dessa espécie é o caldo de sururu, à base de dendê e leite de coco e o Sururu de Capote, um prato com o molusco cozido ainda dentro da concha com leite de coco, tomate, cheiro verde e outros temperos.

O Sururu de Capote é servido tanto como petisco como refeições, e costuma vir acompanhado com pirão, purê de macaxeira e muita pimenta. Uma importância do sururu como alimento é que esse molusco já virou até música de Djavan, que é alagoano. “Sururu de Capote” está no primeiro disco do cantor.
O molusco além de delicioso traz vários benefícios à saúde por ser rico em proteínas de alta qualidade, que têm a função de formação e recuperação dos tecidos.