Assuntos Gerais

Saiba quais alimentos são saudáveis para os dentes e gengivas

A saúde bucal é muito importante. Escovação e limpeza com fio dental mantém os dentes saudáveis, e além deles tem outros aliados para contribuir, que são alguns alimentos.

Alimentos com vitamina C evita sangramento nas gengivas e a ajudam na calcificação dos dentes, mas não exagere pois o ácido pode deixar os dentes porosos fazendo o efeito oposto. Quando consumir o suco de laranja ou abacaxi por exemplo, tome com canudinho para evitar o contato direto com os dentes ou tomar um copo d’água para neutralizar. Após o consumo desses alimentos não é aconselhável a escovação pois o atrito da escova com o dente que recebeu o ácido irá desgastar.

Dica 1

Alimentos ricos em fibra como maçã e pera na hora da mastigação ajudam na limpeza dos dentes evitando placas, cáries e gengivite além de ajudar na saúde gastrointestinal. Essas frutas podem substituir os doces evitando o açúcar que aumentam as chances da cárie.

O leite e seus derivados são fonte rica na fortificação dos ossos e vale também para os dentes. Quem não gosta ou tem tolerância a lactose, as folhas verdes escuras como a couve podem compensar.

O consumo da água elimina detritos, açúcares e ácido dos dentes reforçando a resistência do esmalte do dente.

Dica 2

Mascar chicletes sem açúcar e contendo xilitol que é um adoçante que ajuda na remineralização dentária contribui na longevidade e proteção dos dentes. A mastigação estimula a produção de saliva ajudando na limpeza dos dentes.

Mastigar alimentos crus é necessário exercer força na mandíbula e maxilar, essa força deixa os ossos que sustentam os dentes mais fortes. Verduras, frutas e a carne cumprem esse papel.

Outra fonte de cálcio que fortalece ossos e dentes é encontrado na vitamina D em alimentos como carne, peixe e ovo.


Dicas para aumentar o pique no trabalho

Acordar para muitos já não é uma tarefa fácil, e tem dias que a vontade é de desligar o despertador e ficar quietinho na cama, sem ter nenhum compromisso. E o trabalho? Não tem como deixar de ir, e é preciso buscar alternativas para manter o ânimo e o foco das atividades profissionais. É fundamental identificar o que te faz perder tempo e desviar a atenção. Acompanhe as dicas para você organizar seus horários, realizar suas demandas e passar bem a semana toda.

Dica

1. Crie uma agenda com as prioridades. Organização é palavra de ordem. Ficar com trabalho acumulado gera desanimo. Então sempre esteja alinhado com seus parceiros e chefe no trabalho definindo as prioridades, assim você organiza seu tempo e com disciplina o trabalho flui e isso é um destaque para imagem pessoal.

2. Faça algumas pausas. Ninguém é de ferro muito menos uma máquina. Levantar e andar um pouco pelo escritório, lavar o rosto, tomar um cafezinho estimulam o bem-estar e melhora seu ritmo de trabalho.

3. Estabeleça metas possíveis. Ter metas desafiadoras aguça a vontade de aprender e superar os limites. Mas metas que exigem muito, que são mais difíceis de ser alcançadas pode geram frustação e isso pode desencadear doenças psíquicas como a depressão. Avalie junto com a equipe quando a meta está difícil de ser alcançada.

4. Tenha momentos de lazer. Não deixa sua vida ser apenas seu trabalho. A carga horária hoje está maior para muitas pessoas, mas é preciso balancear sua vida pessoal com a profissional. Pesquisam apontam que pessoas que trabalham mais de 10 horas por dia estão propicias a depressão, obesidade e problemas cardíacos.

5. Diga não. É preciso ter sabedoria para dizer o não. Se estiver em uma tarefa onde exige concentração e te façam muitas interrupções, atrapalha seu trabalho. De forma educada diga ao seu colega que após terminar sua atividade você pode ajudá-lo, a não ser que você veja que a solicitação é de grande urgência. Não abrace o mundo, faça o que estiver ao seu alcance.

6. Sorria no trabalho. O bom humor é contagiante, não é só você que tem um dia corrido ou está estressado. Procure bons hábitos como alimentação, bom sono e atividade física. E no trabalho ter momentos de descontração alivia e dá ânimo, favorecendo o seu pique.


Dicas para dormir bem

Esta com insônia? Hoje vamos te dar boas dicas para seu processo de sono melhorar. Dormir bem faz com que o corpo e a mente descansem, para que seu organismo esteja preparado para o dia a dia. Aliado com uma boa alimentação e sono o corpo agradece e muito.

Dica

Existem regras básicas para dormir bem. Juntas, elas compõem a chamada higiene do sono. Esse conjunto de bons hábitos recomendados pelos médicos para preparar corpo e mente para o repouso comprovadamente melhoram a qualidade do sono. O problema é que não cumpri-las virou um costume hoje em dia.

Se você está decidido a ter uma boa noite de descanso, a rotina de cortar os maus hábitos deve começar seis horas antes do momento de ir para a cama. Que tal ver se elas funcionam para você?

- Seis horas antes de dormir corte a cafeína: café, chá, refrigerantes e energéticos
- Quatro horas antes cesse com as bebidas alcoólicas. O efeito do álcool no início são relaxantes, mas com a frequência da ingestão, depois de metabolizado, inibe o sono
- Quatro horas antes não faça atividade física. O exercício ativa o organismo, pois libera hormônios que podem fazer você correr uma maratona.
- Se você é fumante, três horas antes de dormir não fume mais, a nicotina é um estimulante
- Três horas antes de dormir se permita ter momentos sem os aparelhos eletrônicos. Eles prendem a sua atenção pelo conteúdo de seu interesse, manda o sono embora e inibe a produção do hormônio do sono a melatonina.
- Duas horas e meia antes de dormir faça sua última refeição completa, no caso o jantar. Jantar e dormir não faz bem ao estômago pode provocar o refluxo e a comida te dá energia para ficar acordado. Se antes de dormir ter fome, opte por alimentos leves.
- Duas horas antes de dormir, diminua a ingestão de líquidos, para que não precise interromper o sono no meio da noite com vontade de fazer xixi.

Depois dessas dicas você pode iniciar bons hábitos já hoje mesmo para melhorar seu sono.


Outubro rosa, câncer de mama saiba como prevenir

O Outubro Rosa é um movimento mundial que se tornou referência no combate ao câncer de mama. Em vários países, a cor rosa ilumina prédios e monumentos históricos para lembrar que as mulheres acima de 40 anos precisam fazer a mamografia uma vez ao ano.

amo maceio 1

Muitas mulheres sofrem com este câncer que se manifesta de diversas formas, algum deles são pelo histórico familiar, aumento da idade, excesso de peso, o fumo e a ingestão regular (mesmo que moderada) de álcool, entre outros.
É muito importante que a mulher tenha consciência de fazer uma vez por mês o autoexame, consultas regulares ao médico e se tiver a partir de 40 anos fazer o exame de mamografia todo o ano. Descobrir o diagnóstico precoce, as chances de obter a cura é maior.
Pesquisadores da Universidade de Estetino, na Polônia e a Sociedade Americana de Câncer fizeram estudos que a prática de uma média de 3 a 5 horas semanais de exercício físico eliminam o excesso de lipídios que circulam no sangue e essas moléculas não são tão aproveitadas pelo tumor como substrato para seu desenvolvimento. Saber de formas que amenizam a piora são muito relevantes para as mulheres que já sabem do diagnóstico positivo. É uma forma de estimular a luta, a autoestima e valorização de si.

amo maceio 2

O mês de outubro foi dedicado para simbolizar e fortificar a importância de se cuidar na prevenção do câncer de mama. O movimento começou a surgir em 1990 na primeira Corrida pela Cura, realizada em Nova York, e desde então, promovida anualmente na cidade. Entretanto, somente em 1997 é que entidades das cidades de Yuba e Lodi, também nos Estados Unidos, começaram a promover atividades voltadas ao diagnóstico e prevenção da doença, escolhendo o mês de outubro como epicentro das ações.
Hoje o outubro rosa é realizado em vários lugares, inclusive no Brasil em várias formas de manifestação, no futebol, iluminação rosa no Cristo Redentor, muitas marcas grandes fazem questão apoiar, entre outras ações, tudo para enfatizar que é preciso se cuidar, pois muitas mulheres morrem no nosso Brasil por este tipo de câncer.


Como armazenar bem os alimentos neste clima quente

É preciso ter muita atenção ao cuidar dos alimentos principalmente neste clima de temperaturas altas. Fator importante para a sua saúde, pois o risco de comer alimentos vencidos ou que perderam por não terem sido guardados de forma correta são grandes e podem causar problemas na saúde, como a intoxicação alimentar.

Dica

No verão, os casos de intoxicação alimentar aumentam por conta da ação dos micro-organismos na comida. Uma das principais causas deste problema é a má refrigeração dos alimentos, que favorece a proliferação de bactérias e reações químicas nos produtos.
Iremos dar algumas dicas de como deve estocar a comida na geladeira para garantir a armazenagem correto e evitar o estrago.
O termostato deve ser ajustado de acordo com a época do ano. “No verão, a temperatura deve ser a mais baixa possível. O freezer deve estar a -18ºC, e a geladeira, a 5ºC”, indica especialistas.

Evite deixar a geladeira aberta durante muito tempo. Escolha o que deseja consumir antes de abri-la. “A troca de calor entre o ambiente e o sistema refrigerador interfere na preservação dos alimentos, e a diferença entre temperaturas é maior em dias quentes”.

Tenha cuidado para não obstruir a circulação do ar com sacolas ou caixas muito grandes. Isso pode prejudicar a distribuição igualitária de temperatura internamente.

Os alimentos mais perecíveis devem ser colocados nas prateleiras superiores, e os menos perecíveis devem ficar na parte de baixo.
Evite colocar a comida ainda quente na geladeira. “A temperatura elevada do alimento adiciona uma carga térmica ao refrigerador, obrigando-o a trabalhar mais para eliminar o calor e, consequentemente, elevando o gasto de energia”.

Os líquidos devem ser armazenados dentro de recipientes fechados. Isso porque eles podem evaporar e formar gelo nas paredes internas do aparelho, prejudicando seu rendimento.

Coloque em prática essas dicas para cuidar bem de você e dos alimentos que você consome.